segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

NOVO SIGNO


CAPRICÓRNIO  


PARABÉNS CAPRICORNIANOS!!!!

O Sol se encontra no signo de Capricórnio. Plutão, no início de Capricórnio, está em conjunção ao Sol, e um pouco adiante, Mercúrio encontra-se nesse mesmo signo. Saturno, que é regente de Capricórnio, está fazendo um ótimo aspecto com Sol e Plutão.
O signo do Capricórnio, o ultimo da tríade do elemento terra (Touro, Virgem, Capricórnio) são signos que possuem as melhores condições para viver em nosso planeta. Como o próprio nome desse signo diz, ele representa o cabrito-montês ou a cabra montanhesa e possui características desse animal.
Entramos no solstício do inverno para o Hemisfério Norte e do verão para o Hemisfério Sul. Como a Astrologia nasceu no norte, o signo do Capricórnio mostra que para se sobreviver no inverno é preciso ser forte, pois, nesse momento a natureza luta para preservar a vida.
Na Roda do Zodíaco o signo do Capricórnio corresponde ao meio dia, o ponto da Roda Zodiacal que equivale à casa 10, ao Meio do Céu, daí a ideia do  Alto da Montanha. Todo mito sobre a grandeza humana e espiritual fala de uma subida a um Monte. Estando "mais perto do céu" a montanha representa um local de revelações. Cristo e Moisés são bons exemplos disso para nós. É o patamar mais elevado. Todas as pessoas (de qualquer signo), que atingem esse nível capricorniano, seja em que sentido for, merecem ser apreciadas e respeitadas, por terem atingido a Excelência.
Saturno, regente de Capricórnio, na Mitologia era o deus do Tempo, filho de Uranus e Gea, castrou o pai para que ele e seus irmãos pudessem sobreviver. Mas depois ele mesmo passou a devorar seus próprios filhos tidos com Cibele, até que um dia, a deusa lhe entrega uma pedra para devorar como sendo uma criança e desta forma salva o filho deles Júpiter. Júpiter destrona Saturno e o expulsa do Olimpo

 Assim se apresentaria uma pessoa de Capricórnio:
Para mim, estar encarnado neste planeta Terra é uma realidade plena e natural. Sou hábil em enfrentar as limitações e os obstáculos que possam surgir pela vida afora e em minha caminhada eles tendem a se repetir, minhas conquistas não são fáceis. Mas, sinto-me forte e não me deixo abater facilmente. Não temo o trabalho duro, lento, que necessite de grande fôlego; curto as batalhas da vida e desejo tornar-me uma pessoa confiável e eficiente, um profissional competente e responsável. Paciente e perseverante, luto contra o desânimo quando este surge. O tempo não me amedronta, ele é meu amigo, sei aproveitar cada momento com moderação, concentração e sabedoria. Para mim envelhecer é uma arte que nos leva a amadurecer e nos ensina a escalar a Montanha com firmeza e precisão até atingirmos a estabilidade e a elevação desejadas. Procuro ter disciplina e determinação e resisto às mais duras provas. Busco obsessivamente alcançar minhas metas e objetivos. Quero ser útil e produtivo e ser reconhecido pelos meus esforços, eficiência e aptidões, como alguém disciplinado, prático e confiável. Sei respeitar ou representar a autoridade e a ordem estabelecida, mas posso tornar-me muito exigente comigo mesmo e com os outros, cheio de regras e formalidades, criando normas e rituais que acho que devem ser seguidos por todos. As vezes fico sério demais, insensível e intransigente, tenho uma atitude dura e fria diante dos meus semelhantes ou choramingo e reclamo muito, sentindo-me vítima das circunstâncias, no estilo do Câncer, signo oposto ao Capricórnio. Valorizo a família, as tradições, admiro antiguidades, o passado e suas histórias me fascinam. Posso sentir-me muito bem frequentando solenidades, cerimônias, recebendo prêmios ou nego-me a comparecer a qualquer evento em que me exponha ao público. Há momentos em que tenho necessidade de falar, de comunicar o que penso e fico tímido, reservado, me controlo, reprimo e silencio. É quando sinto carregar todo o peso do mundo em minhas costas. Oprimido pelas cobranças da vida, o pessimismo me invade, a desconfiança e o desânimo me abatem, a tristeza me consome as energias, torno-me inseguro, amargo, intolerante e mesquinho. Nessas horas só tenho vontade de gritar: “Parem a Terra que eu quero descer!” (1). No entanto são crises passageiras, pois “o capricorniano é antes de tudo um forte!” (2). Mesmo diante das adversidades, permanece digno e altaneiro.
Sinto-me, muitas vezes, dividido entre o desejo de acumular riquezas, seguir as etiquetas sociais, atingir prestígio, honrarias, um status elevado diante do mundo ao meu redor e a vontade de me isolar de tudo e viver de forma modesta, com hábitos simples e frugais, tornando-me quase um eremita, austero, despojado dos bens materiais. Fico dividido entre a ambição desmedida e o estoicismo.
  Racional e lúcido, acredito na ciência e busco lógica e sentido em tudo o que existe, desde a natureza, os seres, os acontecimentos e nas ações humanas. Mas, quando consigo ultrapassar a matéria e passo a crer na força do espírito, entrego-me de corpo e alma à minha fé, posso chegar a ser um  eremita, um asceta e tenho condições de me tornar um mestre, um monge e mesmo um ser iluminado. 
PS: (1) – Raul Seixas
     (2)-  Parafraseando Euclides da Cunha, em “Os Sertões”...
Tudo isso vale para todos os que possuem, além do Sol, o Ascendente ou os planetas pessoais: Lua, Mercúrio, Vênus, Marte...e ainda...
No mapa de cada um de nós o Capricórnio encontra-se na cúspide (o ponto que divide as casas) de uma determinada casa que representa um dos setores de nossa vida. Assim, até 20 de Janeiro de 2013 o sol estará brilhando nesse ponto dos nossos mapas, trazendo a força de toda essa energia. Independente de que local for, sabendo o seu significado, podemos aproveitá-la o melhor possível, pois esse é um momento propício a aprendermos a lidar com as nossas próprias limitações e enfrentarmos situações que nos intimidam sem permitir que nos impeçam de agir, lutando contra atitudes pessimistas ou, ao contrário, contra o excesso de otimismo ao agirmos de forma arrogante e autoritária.
Este é um momento de colocarmos os pés no chão, pormos projetos em prática e nos esforçarmos em organizar o que for preciso para, enfim, alcançarmos a realização de aspirações e sonhos há muito acalentados. Criando oportunidades e trabalhando para atingirmos a elevação material que buscamos em todos os setores de nossas vidas, pois Saturno ajuda as coisas a acontecerem, mas sempre com uma certa cobrança, tipo "causa e efeito", o que plantamos colhemos. Momento oportuno para aprendermos a juntar Terra e Céu, corpo e espírito, em cada pensamento e em cada ato, em vistas a Unidade que equilibra.
Lembrando que o Saturno, atualmente, encontra-se no signo de Escorpião (o inconsciente se revelando pelas nossas emoções e desejos...o mundo interno vindo à tona... se materializando através das nossas atitudes...). Escorpião é regido por Plutão e Plutão se encontra em Capricórnio... Temos aí uma pitada de pimenta ou de veneno trazido pelo Plutão juntinho ao Sol, se desentendendo com Urano em Áries...provocando violências e derrubadas de poder. É a força suprema do Inconsciente Coletivo, trazendo a necessidade da transformação, da metamorfose, da busca obsessiva pela recuperação de tudo que esteja se deteriorando nesta vida na Terra. Trabalharmos tudo que precise ser transmutado, reanimado, regenerado, redimido, inclusive a limpeza e a purificação mais intensa e profunda de todas as dimensões do nosso ser.
Fiquemos atentos e cuidadosos, vamos aproveitar esse momento para usarmos a praticidade, a moderação e o controle do Saturno, a coragem, a magia e o poder do Plutão para vencermos todos os sentimentos e paixões sombrios e destrutivos... São duas energias que nos trazem força, autoridade e segurança. Portanto, é preciso sabermos sorver como um néctar essa energia, delicadamente, amorosamente, conscientes do que se passa em nosso interior, da nossa parte de responsabilidade em tudo no nosso mundo, com muita confiança na divindade, plenos de afeto, compreensão e Boa Vontade!!!
FORÇA – PACIÊNCIA – PERSEVERANÇA - HONESTIDADE – RESPONSABILIDADE – RESPEITO – MATURIDADE – REFLEXÃO – EFICIÊNCIA - ORGANIZAÇÃO. NOÇÃO DE LIMITES...
Para todos nós, um Bom Ano Novo... que nos traga uma maior consciência do nosso mundo inconsciente...




Rosa Carmen



sábado, 29 de dezembro de 2012

VERÃO

NOVA ESTAÇÃO


O Sol inclemente espalha seus raios pela terra inteira...estamos envoltos por imensa fogueira... é essa a sensação...tudo queima ao redor...o ar quente e seco, qual assadeira...nos deixa em brasas...chegou o Verão...
Como sair às ruas ou ficar em casa...sem refrigeração?... Na praia é uma suadeira...o mar gelado...areia quente e a multidão...um horror...Por estas bandas tem água...mas o calor... é do sertão...Tempo cruel que nada atiça...só traz desânimo e preguiça...uma lombeira...baixa a pressão... Vige, que agrura!...Sem brincadeira...um clima assim, tão adverso...ninguém atura...A solução é estar imerso numa banheira como se fosse nosso habitat...rezando forte pra melhorar...essa quentura e aflição...Rogando uma chuvinha fina que molhe o solo e nos enleve...uma névoa amena...a se espalhar nos ares...que deixe o corpo leve e a alma serena...e refresque nossos lares... 


Que venham frentes amenas e agradáveis em nossa terra!!!!

Bom Ano Novo para todos!

Rosa Carmen






quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

AH!...AS MULHERES...


LUA / JÚPITER

Ontem a Lua, em Gêmeos, quase cheia... aproximou-se de Júpiter e, poderosa... cobriu com seu manto de luz o grande deus do Olimpo, o mais amado... diminuindo seu brilho...qual mãe zelosa, protegendo um filho do mau olhado...Os dois, em Gêmeos, trazem a chave que abre as portas da boa comunicação... entendimento...e assim marcam encontro com Mercúrio...é o fogo brincando com o ar e a água...os filhos queimam...espalham seus encantos ao vento... e a mãe apaga...Mãe Lua cresce espaçosa, ciumenta de Vênus em Sagitário...que traz o prazer... expande o amor...busca o saber...quer mais que ouvir...falar... e a todos envolver...e Zeus percebe que é melhor bancar o tolo...melhor ser mouco...melhor calar e se esconder...
E num momento de energia tão mental...contou mais o sentimento...Por sorte, a emoção falou mais forte...era NATAL...
 
Bons relacionamentos, leituras, conversas...muita emoção e amores... para todos...
 
Rosa Carmen

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

SOMBRA E LUZ

REVELAR
  
Hoje é um dia especial...a Lua visita Saturno e Vênus em Escorpião... Mercúrio, ainda neste mesmo signo, aproxima-se da Cauda do Dragão...Júpiter, alegre, troca ideias com Urano...e Saturno vive um momento amigável com Netuno e Plutão...As tensões que existem entre Netuno, Mercúrio e Vênus podem criar falsidades, fantasia e enganos, no afeto e na comunicação...mas são passageiras...perdemos objetos ...esquecemos compromissos...até parece que as coisas se escondem...é uma forma dos astros fazerem brincadeira...Urano e Plutão continuam uma guerra... sem solução...
 
 O detalhe especial do dia são os planetas em Escorpião...que espalham uma energia de um imenso poder de regeneração...que significa a possibilidade de, corajosamente, mergulharmos no mundo misterioso das sombras e do inconsciente...de onde podemos retirar tudo o que se encontra escondido...sentimentos...afetos...emoções, habilidades, talentos... e eliminar o que não serve...trazer para fora nossos tesouros interiores que ainda desconhecemos e que precisam sair da escuridão... para se transformarem em luz...num movimento alquímico de renovação, cura e renascimento...completando mais um ciclo em nossas vidas...

Este é, portanto, um momento de Revelações...Reconstruções e Milagres...
Estejamos atentos...
Rosa Carmen

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

O NOVO SIGNO


SAGITÁRIO

    O Sol se encontra no signo de Sagitário.

           “Sem sair de casa,
           Conhece-se o mundo,
           Sem olhar pela janela,
           Vê-se o Tao do Céu.
           Quanto mais longe se vai,
           Menos se sabe.
           Por isso o sábio não precisa viajar
           e, no entanto, sabe tudo...”
                   (Lao-tsé > Tao-te King)

       Chegamos ao nono signo do Zodíaco, o terceiro da trilogia do fogo. Aqui já ultrapassamos oito portais e conseguimos vencer as intempéries do caminho desde o começo, o encontro com o fogo, a terra, os ventos e as águas. A fogueira acesa em Áries foi se expandindo em Leão e evoluindo em Sagitário, onde tornou-se um imenso e ardente braseiro que nunca se apaga.
    Regido por Júpiter, o grande Zeus para os gregos, o maior do Olimpo, Sagitário é representado pela figura de um centauro, um ser mitológico (meio homem, meio cavalo), empunhando um arco e flecha. A flecha ou “sagitta”, em latim, em seu sentido ascendente, procura o alvo no infinito, simbolizando a ligação entre o céu e a terra, é a vontade de eterna expansão. A palavra  “sagio”, saber, sabedoria, representa a infindável busca de conhecimento o desejo, de algo maior e universal, que têm as pessoas nascidas sob a influência desse signo, seja pelo Sol, pela Lua, pelo Ascendente em Sagitário ou por fortes aspectos de Júpiter em seus mapas natais.
   O mito do centauro, nos leva a Quíron, filho de Saturno com uma ninfa, quando este transformou-se em um cavalo para poder enganar sua mulher Cibele. Quíron tornou-se conhecido por sua sabedoria de vida, seu amor pela natureza e seu interesse pelo comportamento humano e por curar os doentes. Era o filósofo, o professor, o médico, o sábio. Numa luta para ajudar Hércules foi ferido por uma flecha envenenada. Como prêmio, tornou-se um imortal, mas, apesar de conseguir curar as dores alheias, sua luta maior seria para curar a própria ferida. O centauro faz a ligação entre o animal e o humano e a flecha une a Terra ao Céu, a matéria ao espírito.

    Vamos tentar pensar em como usamos a energia desse signo em termos humanos:
   Quando a alegria nos invade e nos anima, sentimos um ardor no coração, o fogo de uma energia que se expande, guiada pelo bom humor, bem estar, pela fé, pela busca apaixonada de objetivos que alarguem o sentido da existência, é porque estamos vivenciando plenamente o poder sagitariano que existe em todos nós. Mas, a fé deve ser institucionalizada ou os milagres da vida nos provam o contrário? Podemos, as vezes, ser muito vaidosos, fanáticos, arrogantes, querendo a todo custo estarmos com a razão e nos acharmos os melhores; ou podemos abusar do poder e da autoridade que nos é dada diante dos mais fracos. Sem percebermos, agimos de forma exagerada, sem limites, somos, simplesmente o máximo e, quem sabe, contamos histórias para além do real?...tipo: quem conta um conto, aumenta um ponto...ou histórias de caçador!
 Amamos a cultura, estamos sempre a pensar, estudar, ler, meditar, escrever... Como bons filósofos, somos buscadores eternos de respostas que nunca satisfazem nossa imensa sede de saber, estamos sempre questionando e nem sempre sabemos o porquê. Mas, muitas vezes, achamos que já sabemos tudo e que ninguém mais pode nos ensinar nada. Saber o quê, afinal? Onde queremos chegar? O que queremos atingir, a Verdade? A minha verdade ou a sua verdade? Agindo com sabedoria, descobrimos que existem mil perguntas sem respostas e milhões de verdades representando uma só Verdade que é de todos e não é de ninguém...
  Ensinar e aprender são a mesma coisa, mas precisamos antes ser mestres de nós mesmos para encontrarmos nossos mestres externos e um dia podermos ajudar outras pessoas como simples instrutores e aprendermos mais ainda com elas, tendo em vista que a Vida é a maior Mestra e somos eternos aprendizes. E a Justiça? Conseguimos ser justos com todos ou fazemos julgamentos de acordo com nossos interesses? É olho por olho, dente por dente ou sabemos tolerar e perdoar? Temos o direito de sermos condescendentes só com nossos amigos e ao mesmo tempo exigirmos disciplina e ordem no resto do mundo, de acordo com a lei? A Justiça deve ser igual para todos.

    Dirigidos pela energia sagitariana, descobrimos que a sorte está ao nosso lado, é só fazermos a nossa parte. Não costumamos brigar contra o destino, esperamos sempre que os problemas se resolvam, que haja sempre uma solução. Encaramos a vida com confiança e otimismo. Acreditamos num futuro promissor.
  Gostamos de estar apaixonados, mas nem sempre nos adaptamos a vínculos e compromissos mais sérios, detestamos cobranças, ciúmes e possessividade, pois amamos a liberdade e possuímos um coração levemente aventureiro. Somos impacientes com o que nos desagrada, contestamos bastante, somos impulsivos, reagimos rápido, como todo signo de fogo.
  Viajar é um imenso prazer, longas viagens que nos tragam novas descobertas e aquisições culturais, que aumentem nossa visão do mundo. Generosos, procuramos compartilhar as nossas descobertas e assim, podemos terminar falando demais. Fazemos ardorosos discursos defendendo nossas convicções, querendo convencer a todos das nossas certezas e, muitas vezes, não aceitamos ideias contrárias às nossas. Podemos ficar radicais. Seja como for, tudo é feito e vivido com muito entusiasmo, isto é, com exaltação, arrebatamento! Se cremos no espírito, por inspiração divina, partimos famintos, confiantes e esperançosos ao encontro com o sábio oculto que nos fala e nos orienta, o Mestre escondido em nossas almas.
   Portanto, este é um momento de aumento de interesse pelos valores culturais, de abertura de novos horizontes mentais, ajudando o ser humano a se identificar cada vez mais com o seu meio social, coletivo e universal. Contamos com essa força a mais para nos levar a descobrir novos significados para a vida, esclarecendo tudo o que se encontra obscuro e nos fortalecendo com aquilo que conhecemos, aprendemos e experimentamos. Precisamos, antes de tudo, ser generosos com nós mesmos, confiando que nossos mestres e nossos protetores estão iluminando nossas mentes e espíritos para sermos mais dignos, justos e sábios, e só então podermos ser realmente os doadores ou mestres que ansiamos ser em nosso mundo. E dentre todos os impulsos para evoluir e crescer nesta vida, podemos expandir nossa consciência e passarmos a ver muito além do comum, do conhecido, empreendendo longas viagens, não só físicas, mas mentais e espirituais. Essas viagens podem ir além do corpo, não têm lugar nem tempo certo, é nosso espírito em busca de outras esferas, saudoso de outras dimensões, vagando pelo infinito....
O lado negativo disso tudo é, sem percebermos, expandirmos demais também o nosso ego, aumentarmos o orgulho, a vaidade e agirmos de forma arrogante, dogmática e sectária.  
  Júpiter, regente de Sagitário, encontra-se no signo de Gêmeos (signo oposto e complementar do Sagitário), aumentando a vontade de nos relacionarmos, nos comunicarmos, de entrarmos em contato com o outro, com o mundo lá fora, de sermos mais sociáveis. É um momento de valorizarmos mais o nosso lado mental e as vivências intelectuais, com leituras, dando ou assistindo palestras, conferências, ter longas conversas, trocas de ideias, mas procurando evitar os excessos verbais ou pularmos de um assunto para outro de forma superficial. Tentemos fugir também de nos prendermos a preocupações que levem a pensamentos recorrentes, obsessivos. É bom não nos deixarmos perder em muitos devaneios que podem levar à dispersão mental e à falta de atenção. Afinal, o centauro atira a flecha na direção das estrelas, mas seus pés estão firmes na terra.
   Júpiter em Gêmeos ajuda a realização de viagens curtas e longas, proporcionando uma boa variedade de experiências, ampliando nossos horizontes sociais, intelectuais e espirituais.
  O signo de Sagitário e seu regente, o planeta Júpiter, costumam trazer sorte, boa disposição, satisfação e ajudam a reforçar nossa fé e esperança na vida. 
Aproveitemos essa energia, iluminada e brilhante que traz bom humor, otimismo e boa vontade, para vivermos de forma mais alegre e jovial. Vamos ouvir música, cantar dançar, namorar!!!
  Procuremos ser espontâneos, íntegros e honestos em nossas mensagens, todas as que passemos direta ou indiretamente, através de  palavras, atitudes e ações.
  Para sabermos desfrutar o que há de melhor nesses tempos, estejamos atentos à força energética ígnea em ação atualmente (até 22/12/2012):

EXPANSÃO – JOVIALIDADE – OTIMISMO – ENTUSIASMO – RELIGIOSIDADE – ESPIRITUALIDADE -  IDEALISMO – GENEROSIDADE – JUSTIÇA – SABEDORIA – BOM HUMOR – ALEGRIA – FORÇA MENTAL E PSÍQUICA – ÊXITO -  RIQUEZA – PROSPERIDADE - ABUNDANCIA...
                 BOA SORTE PARA TODOS!

   
    Rosa Carmen

terça-feira, 13 de novembro de 2012

LUA NOVA EM ESCORPIÃO

LUA NOVA

Hoje é Lua Nova...e tem Eclipse Solar..Lua unida ao Sol no signo de Escorpião...Lua amorosa que abraça o Sol e ambos ficam escondidos do olhar terrestre...É um momento de escuridão e de extrema emoção...sentimentos intensos...apaixonados e profundos, bem propícios ao isolamento e à introspecção. Tempos que ajudam a busca interior do autoconhecimento, a curar feridas...afastar mágoas...vencer ciúmes e rancores...descobrir antidotos contra esses venenos que corroem nossas almas quando nos sentimos preteridos, rejeitados ou enganados... Estes são os componentes que constroem o Escorpião, que não controlamos, são terrenos por onde precisamos “pisar devagarzinho” para, no final das contas, não ferirmos nem aos outros nem a nós mesmos, pois essa é uma via de mão dupla! Plutão em Capricórnio e Saturno em Escorpião, encontram-se em boa sintonia, e com o poder de tão forte energia...de tal potência... podemos largar os medos e ganhar coragem para encarar as próprias sombras e enfrentar as pedras do caminho...com superação e paciência...Descobrindo um novo alento...regenerando e vencendo o tempo. Tempo este que a Lua traz de volta do passado, guardado na lembrança... neste instante, ela pode modificá-lo e recriar, junto ao Sol, uma nova memória...para quando a Luz voltar, podermos encontrar uma vida renovada e outra visão da nossa história.
  Vamos aproveitar esse momento de recolhimento que acumula e reforça essa energia extremamente transformadora, para eliminarmos tudo o que não serve mais e reformularmos todos os velhos conceitos inibidores, para reescrevermos a história de cada um de nós de acordo com nossos sonhos e necessidades atuais.
 
 Temos uma semana que pode valer por muitos anos.
 
 
Rosa Carmen.

  

domingo, 28 de outubro de 2012

MOMENTO ASTRAL

LUA CHEIA EM TOURO

Hoje temos Lua Cheia em Touro...sensual, alegre, amável e amorosa, em busca de um amor duradouro... Como sempre nesse caso, o Sol em Escorpião, dela fica afastado...e se sente controlado por Saturno, que agora está ao seu lado. Júpiter, em Gêmeos, com Marte se desentende, acha que esse não aprende a sua filosofia...criam conflitos... discutem...provocam extravagâncias...excessos...desgaste inútil de energia... Mercúrio agrada Vênus apaixonado e pede a Urano inspiração, mas Netuno zomba dele...deixa-o confuso, acha tudo uma ilusão...Nesse instante o Sol junto a Saturno faz amizade com Netuno e Plutão e surgem boas consequências...dessa incrível associação...os quatro conferem energia em alta potência... trazem a força...o poder...a persistência...riquezas de toda sorte... idealismo...transcendência...compaixão...suporte e proteção...Unem matéria e espírito...entusiasmo e frieza...o desejo e a pureza... aumentam o refinamento...afastam o sofrimento pela fé e renovação...Com vigor e alegria...realizam a Grande Obra...iluminada e discreta...em silencio e harmonia...a mais bela metamorfose...a maior transformação...
Este é um momento de cuidarmos para não entrarmos em conflitos, nos deixando levar pela raiva, pela cólera, sem reflexão. Evitarmos julgamentos precipitados, passionalidade, jogos, dissipação, atitudes perdulárias.

 Ao mesmo tempo, é um momento de grande potencial criador e transformador, que nos ensina a enfrentarmos o medo e nos traz força, fé e confiança, boas condições de derrotarmos os perigos, superarmos riscos e desafios que surjam em nossas vidas.

Luz, paz e alegria
Rosa Carmen

terça-feira, 23 de outubro de 2012

ESCORPIÃO



          "Que fogo inestinguível brilha nos teus olhos? Que febre inquieta percorre teu sangue? Que chamado da escuridão te conclama? Que terrível encantamento decifrastes nas estrelas do céu, para que a noite entrasse em teu coração, estranha e silenciosa, trazendo uma secreta mensagem? "(R. Tagore)
 
PARABÉNS AOS QUE NASCERAM COM O SOL SOB O SIGNO DE ESCORPIÃO!

Parabéns também, sempre, para todos nós, que possuímos as energias de todos os signos em nossos Mapas Astrais, entre elas, essa energia tão poderosa que se encontra mais forte neste momento.

O Sol já se encontra no signo de Escorpião. Na mandala zodiacal já ultrapassamos o hemisfério inferior, atingindo a casa 8, a das grandes transformações. Teoricamente, estamos amadurecendo e passando para um nível mais sutil e elevado ou, ao contrário, descendo às profundezas da terra (quando não sabemos o que fazer com essa energia e ela nos abate). É o único signo do Zodíaco simbolizado por três animais: o Escorpião, a Serpente e a Águia. 
Regido por Plutão e tendo Marte como co-regente, o signo de Escorpião, o segundo da tríade do elemento água (Câncer, Escorpião e Peixes), representa uma tremenda força transformadora para o ser humano e a natureza em geral, um imenso potencial energético de que dispomos nos mais insondáveis recônditos da nossa psique e nas profundezas da terra. Senhor do mundo subterrâneo e invisível, das águas lodosas, dos pântanos e charcos, rei dos mortos, Plutão possui uma incrível capacidade de regeneração.  Morte, destruição, transformação, regeneração e ressurreição, esses são os caminhos percorridos pela energia desse signo. Desde o mais baixo ao  mais elevado, segue do Escorpião à Serpente até atingir a Águia nos altos céus ou a Fênix, ave mitológica, que os gregos diziam ter sido destruída pelo fogo e ressurgido das cinzas. Morte e Vida, opostos que se completam quando saímos da dualidade. As pessoas regidas por Escorpião  costumam ser enigmáticas, possuir um certo fascínio, um brilho especial no olhar. São extremamente fortes, sagazes, corajosas, conseguindo enfrentar os reveses da vida com destemor e uma grande capacidade de superação. Poderosas, intensas, apaixonadas, obsessivas em tudo o que fazem, podem conseguir realizar grandes feitos, mas nem sempre desejam aparecer. São apaixonadas no amor, são generosos com os que amam. Podem se tornar místicas, religiosas, devotas à alguma seita. Podem ser grandes líderes e controlar as massas. Possuem uma imensa riqueza interior que tende a se refletir no exterior de todas as formas. Seu poder energético é restaurador e curativo. Escorpião representa a sexualidade e o êxtase. O êxtase também visto como a saída dos limites do ego, uma forma de ir além de si mesmo e abrir as portas para uma união Cósmica. Destemidos diante dos reveses da vida, os seres desse signo conseguem aceitar e enfrentar com grande dignidade o inevitável final, a morte física.

Como pode apresentar-se a pessoa nascida sob a influência do signo de Escorpião em seu mapa natal? Seja essa influência vinda por meio do Sol, da Lua, seja pelo Ascendente ou por outros aspectos planetários no mapa:

O mistério me fascina, os segredos me são revelados sem dificuldades. Os desafios da vida não me amedrontam nem me abatem. Enfrento com garra mesmo os assuntos mais desagradáveis, vou ao âmago das questões em busca do que se encontra por trás das aparências, consigo ver além do horizonte. Adoro decodificar e interpretar a vida, passada e presente. Leio nas entrelinhas, intuo o que se esconde, capto as intenções, transmito pensamentos, ouço o silêncio.  Percebo os riscos com antecedência e nada nem ninguém me intimida. Amo com paixão, intensamente e sei valorizar cada instante do meu tempo na terra e cada pessoa que me é querida.  Minha generosidade é ilimitada, gosto de repartir com o meu próximo e proteger a todos que me agradem, mas sou ciumento e, se guardo mágoas e rancores, se me sinto rejeitado, posso querer  vingança. O que parece impossível me atrai, apesar de, quase sempre, gostar e sentir prazer com o que existe no mundo do possível. Sei que agrado as pessoas, a maioria se sente atraída por mim de alguma forma, dizem que possuo um certo magnetismo. Há um sentido profundo em minhas observações e jamais elogio algo ou alguém que não ache que mereça, costumo ser sincero e, se não me contenho, posso ser extremamente mordaz e cruel em minhas colocações. Lido bem com o mundo oculto e com a minha própria sombra, no entanto se o desejo de controle sobre os outros toma conta de mim e se me deixo levar pela ira e irracionalidade, serei manipulador e traiçoeiro com aqueles que considero inimigos. Para isso sou capaz de usar as piores “armas” de Marte/Plutão (dinheiro, sexo, poder).
Se consigo perceber o valor dos dons que recebi e que me tornam uma pessoa que carrega uma energia inesgotável, contendo um poder fantástico de autoridade, liderança, coragem e magia, poderei encontrar o sentido do Infinito. A partir daí, toda inquietação diante da consciência da transitoriedade e da inexorável finitude da vida não me trará medo, ao contrário, fará de mim uma pessoa segura, de vontade inabalável, em busca da redenção que me levará ao encontro de uma Força e Poder bem maiores que os terrenos, vindos de outras dimensões do ser e do universo. As grandes riquezas da Terra fazem parte do meu mundo, mas o meu mundo interno também guarda tesouros inestimáveis, embora, muitas vezes, fiquem ocultos dos olhos e da percepção alheias e de mim mesmo. Em alguns momentos sinto-me só, isolado de todos, até dos que são mais íntimos para mim, posso me achar um verdadeiro estranho no ninho. Mas, ao mesmo tempo, preciso de instantes de solidão, que me ajudam a recarregar as energias e descobrir novos caminhos. É quando me modifico, reformo, recrio, renovo, renasço  e descubro que possuo a faculdade de transformar a Escuridão em Luz.

  Mal aproveitada, essa energia tende a ser destrutiva. Surge através de sentimentos tais como o ciúme, a possessividade, raiva, mágoas, agressividade, rancor, que podem levar ao desejo de vingança e essa vingança pode chegar a ser planejada e executada. Pode também deixar a pessoa insegura, mesquinha, medrosa, obssessiva e deprimida. Mau uso do poder, autoritarismo, necessidade de controlar tudo ao nosso redor, manipulação, traição são outras atitudes que podemos tomar quando nos deixamos levar pelo que lado negativo de Escorpião. No entanto, se esses sentimentos ruins forem reprimidos podem provocar reações psicossomáticas. Precisamos encontrar caminhos melhores para “gastar” essa energia de forma mais saudável. Bem aproveitada, a energia do Escorpião traz para nós o mapa da mina que nos leva ao ouro, ao brilho, escondido pela sombra,  que precisa ser descoberto interna e externamente. Plutão revela tudo o que se esconde, o que está oculto vem à tona, se tivermos coragem de encarar a escuridão isso nos fará mais conscientes, mais preparados para encontrarmos as melhores soluções que podem transformar, para melhor, as nossas vidas.

Até o dia 22 de Novembro estaremos sob a influência desse signo. É um período riquíssimo, pleno de forças intensas e poderosas. Um momento mágico, quando podemos, com mais facilidade, irmos ao âmago do nosso ser, descermos ao mais profundo da nossa psique e da nossa alma para buscarmos esse tesouro imenso que nos foi doado pela divindade e orarmos para termos  a orientação e o discernimento de como saber usá-lo e aproveitá-lo da melhor forma possível, em nosso favor e do mundo que nos cerca. Devemos conter o desejo de ter demais, aprender a desapegar e compartilhar, jogar fora o que não serve mais ou que se estragou e saber recuperar o que pode ser transformado. Tentar mudar, transmutar faz parte do nosso esforço na busca da Unidade e de luz. Este é, sem dúvida, um momento propício à iluminação que clareia o nosso “mundo das sombras”, um tempo de perdão, de compreensão, de usarmos o poder da fé para superação das dificuldades, de redenção e de metamorfose. De assistirmos milagres acontecerem, de vermos e vivermos Recuperações, Curas e Renascimentos, de chegarmos confiantes perto dos grandes mistérios e nos apaixonarmos pela vida em sua totalidade!!!

Muita luz, paz e alegria


    Rosa Carmen

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

PARABÉNS LIBRIANOS!!!


O SIGNO DE LIBRA

  Saudando e iluminando a Primavera, o Sol se encontra no signo de Libra.

EROS  E  PSIQUÊ
           
       Você é meu caminho
       Meu vinho, meu vício
       Desde o início estava você
       Meu bálsamo benigno...meu signo...
       Porto seguro onde vou ter...
       Onde o que eu sou se afoga
       Meu fumo, minha Ioga...
       Visão do Espaço Sideral...
       Meu zen, meu bem, meu mal...
                             (Caetano Veloso)
                        
       Libra é o segundo signo da tríade do elemento Ar (Gêmeos, Libra e Aquário). 
    Esses três signos regem a comunicação e os relacionamentos, portanto, nos incentivam a interagirmos bem uns com os outros. Ajudam e nos orientam na realização do nosso aprendizado mais importante na Terra, conseguirmos nos entender com os outros seres humanos. Este é o início do caminho para o amor, é quando começamos a nos dar conta de quanto é essencial e importante a companhia do nosso semelhante, de que ele é necessário em nossa vida e nos completa na via da evolução. Quando conseguimos ver uma outra pessoa representando a imagem da divindade, percebemos que, no fim das contas, nunca estaremos sós. Libra tem como regente o planeta Vênus, a deusa do Amor e da Beleza e que também simboliza o Julgamento. O símbolo de Libra é uma balança, que traz a ideia do equilíbrio, da medida certa entre as forças contrárias. 
     Como o sétimo signo do Zodíaco, Libra rege a sétima casa, aquela que inicia o hemisfério superior da mandala zodiacal, representa exatamente a casa do “outro”, portanto, o oposto de nós mesmos. A casa 7 no Zodíaco (o Descendente) é onde aprendemos a criar os vínculos mais profundos, onde casamos, onde escolhemos sócios e companheiros para muito tempo, por anos de vida. Libra nos fala dos relacionamentos, das uniões, das sociedades, dos clientes e fregueses. É o momento em que saímos do pronome Eu para o pronome Nós. Sendo assim, o libriano não gosta de viver sozinho, precisa de parceiros, de ter alguém por perto. Tende a sentir necessidade de viver casado ou ter sempre uma companhia ao seu lado e, para isso, muitas vezes entra em acordo mesmo sem querer, depois sente-se frustrado. Mas essa casa é também onde se encontram os nossos oponentes, nossos inimigos declarados, pois estão na nossa frente e não se escondem, mostram-se abertamente e podem criar confrontos conosco. Essa situação tende a provocar que entremos em conflito com nós mesmos, o que acontece muito com o libriano diante do seu desejo de compatibilizar, de estar em acordo com os outros e às vezes, dificulta fazer escolhas. Essa maneira de agir cria dificuldade para decidir o que se quer e provoca contradições, frequentemente.
 O libriano, no seu melhor estilo, possui um bom senso de justiça e busca ardorosamente manter-se em equilíbrio. Tenta fugir de brigas e desentendimentos, evitando entrar em combates de qualquer tipo. Deseja muito uma relação de companheirismo e respeito mútuo. Seus padrões éticos são de alto nível e procura estar sempre de acordo com as exigências sociais. É capaz de fazer diversas concessões para evitar conflitos e aborrecimentos; lembra o slogan: “Faça amor, não faça guerra.” Bastante mental, se precisa argumentar e debater, sempre procura pesar os pós e os contras para não tomar decisões precipitadas. Em seus relacionamentos, muitas vezes, fica tão ligado noutra pessoa, entra tanto na mesma sintonia, que reflete-se nela e isto pode trazer sofrimento. Mas, o lado bom dessa atitude é que, com isso, também pode conseguir colocar-se no lugar dos outros, entender seu ponto de vista, o que o torna muito conciliador, um verdadeiro diplomata.
     Assim poderia ser, no melhor sentido, uma pessoa regida por Libra mostrando-se mais madura e desenvolvida que as dos signos anteriores, pois encontra-se no meio do caminho na evolução do Zodíaco e Saturno (que nos amadurece) está exaltado em Libra. Tais atitudes, no entanto, podem levar o libriano a tornar-se muito exigente, querendo encontrar nos outros um ideal inatingível para o comum dos mortais.
Libra rege tudo o que é belo, inclusive toda espécie de Arte. Librianos tendem a possuir bom gosto e elegância, o que pode torná-los muito observadores e críticos tanto no sentido estético quanto no dos comportamentos alheios. Podem ser vaidosos em excesso, gastar demais com tudo o que lhes agrada e acham bonito, mesmo quando não têm condições financeiras para isso. Pelo lado negativo, podem tender a agir de forma oportunista para conseguir o que desejam.  
Como gostava de dizer a minha primeira e querida mestra de Astrologia,:
 “Quando vivemos bem a energia libriana conseguimos mostrar um encanto especial, uma elegância que aparece em movimentos calmos, serenos, discretos e apropriados a cada situação em que nos encontramos. É aquela pessoa que não anda - desliza; não fala – expressa-se;  não gargalha, apenas sorri; não impõe verdades – sugere ideias. Escuta atenta a todos, com interesse, quer concorde ou discorde do que falam.” (Maria Eugênia de Castro)

    A elegância e o bom gosto, em todos os sentidos, podem nos trazer aquela beleza que vai além da estética. Mesmo que a pessoa não possua a beleza física de uma Vênus, sempre terá um ar e um toque da Deusa do Olimpo (seja mulher ou homem). 
     Assim, meus amigos, esse momento de energia libriana nos convida a reconhecermos nos outros os espelhos que trazem  refletidas nossas imagens ocultas, aquelas das quais fugimos e tentamos esconder até de nós mesmos. A percebermos que o inimigo externo pode trazer a mesma face do interno (aquilo que não gostamos em nós). Nos ensina a amarmos o outro como deveríamos amar a nós mesmos, a entendermos suas fraquezas e não exigirmos dele o que não podem dar, assim como gostaríamos que fizessem conosco. É o momento de aprendermos o que seria um bom convívio e qual a melhor forma de agirmos para nos entendermos com todos, independente das situações. De treinarmos o não julgamento, buscando descobrir qual a atitude mais justa, moderada e respeitosa que podemos ter em relação aos nossos semelhantes, se agirmos com uma boa dose de afeto.
  O principal papel do signo de Libra em nossas vidas, é nos trazer a compreensão de que precisamos e precisaremos sempre uns dos outros, por sermos todos complementares e, assim, começarmos a entender, a aceitar e a viver o difícil mistério da Unidade.
        Aproveitemos o que há de melhor na Energia Libriana:

     SOCIABILIDADE – COMPANHEIRISMO – ÉTICA – EQUILÍBRIO – SENTIDO ESTÉTICO – BOA EDUCAÇÃO – AFETIVIDADE – REFINAMENTO – BOM ENTENDIMENTO – CONCILIAÇÃO -  AMOR 

   Rosa Carmen

sábado, 22 de setembro de 2012

NOVA ESTAÇÃO


PRIMAVERA

  O sol levanta...a luz chega de mansinho...Bom dia vida!
Plantemos rosas...verbenas...margaridas...nos canteiros sutis
 do coração. Despertem, companheiros, nessa manhã feliz... acordem a alegria adormecida...O tempo urge...voa veloz, em comunhão com os pássaros e o pensamento...e nos convida, nesse momento, a tocar guizos... a receber, com sorrisos,  a estação que surge...É a mais bela...é a dona das flores...nos traz frutos...doces odores...e pincela...a natureza...com as cores... dos jardins do paraíso. A realeza solar se revela...na luminosidade do seu manto e, num segundo, desvela todo encanto...que existe pelo mundo...Há música pelo ar...o frio já foi embora... Se a vida é uma quimera, não importa...em toda flora... não há sequer mais uma folha morta. Sopra uma brisa marinha...amena...balança as folhas...nos toca o coração. Minha alma refrigera...canta serena...e na canção se aninha...Como um espelho, reverbera a beleza da estação. A Mãe Terra não resiste a tantas dádivas e vibra...linda...toda enfeitada...O Sol, no signo de Libra, volta a brilhar na alvorada...seu calor acarinha...num céu azul...a sua luz impera... de norte à sul vamos todos cantar...
É primavera!

Amor, paz e alegria

Rosa Carmen



sábado, 15 de setembro de 2012

LUA NOVA


ROSH HASHANÁ

Hoje à noite temos o auge da Lua Nova, quando Sol e Lua ficam aconchegados, juntinhos no signo de Virgem!
Na alquimia é a fase do casamento do Rei Sol com a Rainha Lua. Na noite de núpcias o cadinho é aquecido para aumentar a paixão, e os dois realizarem a “conjunção Solis e Lunae” nas chamas do amor. Após sofrimentos e tribulações, as provações chegam ao fim e o amor preenche o cadinho. Esta união os enche de felicidade conforme mais os aproxima a paixão intensa que sentem um pelo outro. É neste calor rubro que concebem sua filha, a Pedra Filosofal!
É um momento de renascermos... assim como a fênix sobrevive ao fogo e surge das cinzas, podemos ir emergindo de transtornos vividos no passado. O Rei, como símbolo Solar, representa nossa força vinda do amor e da intensa paixão pela vida. A Rainha, representada pela Lua, simboliza nossa receptividade às mudanças e os poderes interiores que possuímos, de criarmos novas oportunidades que nos trarão boas realizações.
O signo de Virgem representa nossa capacidade de evoluir pelo trabalho e, ao mesmo tempo,  as condições de trabalharmos o desprendimento do eu para chegarmos ao nós. O cuidar do outro significando salvar a mim mesmo para com isso, salvar-nos todos. A ideia de saúde deixando de ser apenas uma preocupação com a doença para tornar-se o caminho da purificação e da cura do corpo e da alma.
Este estágio da obra alquímica (a união dos opostos – feminino/masculino)) indica que temos condições de mantermos o equilíbrio de corpo e mente, contrabalançando trabalho e prazer. É o início de uma fase incrivelmente fértil, cheia de potencial para começar novos projetos que darão frutos abundantes no futuro. Momento de reconhecermos uma nova sensação de totalidade em nosso interior e nutrirmos nossas vidas com relacionamentos favoráveis.

 Bom para todo tipo de associações!!!


SHANÁ TOVÁ!

BOM ANO NOVO!  DOCES MOMENTOS...   

              

 Boa Sorte para todos!


Rosa Carmen

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

LUA AZUL


     LUA CHEIA EM PEIXES 

       A Lua em Peixes...de norte a sul... volta a estar Cheia este mês... toda vestida de azul... bela e dengosa...mais uma vez encantada... recebe de Marte, guerreiro cortês... uma linda rosa...E ela, do Rei Sol afastada...e ainda, por Netuno... enamorada... mal contendo a emoção... aceita os galanteios e carinhos de Plutão! Sonhadora e confusa se pergunta: Qual dos três... merece meu coração? Só a Júpiter ela resiste...e nesse pleito, o grande Zeus, enciumado...sem chances de ser aceito...vaidoso... sente-se injustiçado... Vênus, em Câncer sofre com a dor...que lhe provoca Saturno, em Libra...ele reprime e esfria os sentimentos do amor e a castiga....Exige limites e maturidade. O Sol em Virgem, anda meio hipocondríaco... da Lua sente saudade e jura...que seu problema é cardíaco...e nada o cura...Está de mal com o Netuno...acha Júpiter, em Gêmeos, muito prolixo e impertinente...E assim o deus Apolo...ajudado por Marte e apoiado por Plutão...como consolo...trabalha incansavelmente...Com altivez, reverencia sua Deusa...que hoje brilha no céu deslumbrante... plena da luz que Ele, o seu eterno amante... lhe doa, todo mês... amorosamente...

       O resultado desses encontros e desencontros entre os astros é um céu rico em energias transformadoras, excelente para recuperações e regenerações físicas, mentais e emocionais. Bom para meditação, para desenvolver intuição e a imaginação. Provoca sonhos, fantasias, despertar do mundo inconsciente. Religiosidade e elevação espiritual. Grande potencial para realizações dos nossos objetivos a curto prazo. Ambições realizáveis. Necessidade de se viver relações maduras e responsáveis.

 A energia do amor maternal, que nutre nossa alma...devocional...acolhedor e protetor...incondicional...está no ar...à nossa disposição...aproveitemos...

Rosa Carmen


domingo, 26 de agosto de 2012

AS ESTAÇÕES DO ANO


INVERNO
 

É inverno ainda...suave e tropical...um vento gélido, que não finda... se espalha pelo ar...passeia nos cabelos, e nos brinda...assim...de um jeito banal...balança os galhos das árvores...solta as folhas...varre as ruas...Pedras rolam na ladeira, deslizam como surfistas...Falta chuva no caminho...que regue as plantas... de flores nuas... O Sol se eleva e prateia a terra inteira...com sua luz brilhante nos despista...engana o tempo... engana a todos...de brincadeira...Cada estação vem de mansinho...e é passageira... enquanto dura nos conquista, reveste o mundo do seu jeito...muda paisagens...como artista...cria beleza...Nesse trabalho perfeito...toda contente...com calma...faz surgir novas imagens...nova moda...é uma estilista, seu modelo é a natureza e a cliente...é a nossa alma...envolvida de emoção. Como encanta essa grandeza...essa magia...mistérios da criação...nos aconchega...nos extasia! Se o tempo é uma eternidade...não importa a estação...uma acaba, outra inicia...Faça frio ou calor...o que vale é a nova bossa...a alegria...a pureza...a novidade que chega...e se apossa...de cada dia. O milagre que acontece...e traz a coroação...do amor que nunca esfria...só aquece...o coração...

 Rosa Carmen
 
 

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O SIGNO DE VIRGEM

O SOL ESTÁ EM VIRGEM

"Debulhar o trigo
Recolher cada bago do trigo
Forjar no trigo o milagre do pão
 
Afagar a terra
Conhecer os desejos da terra
Cio da terra, propícia estação
De fecundar o chão..."
   (Milton Nascimento)

 
Saudemos nossos amigos virginianos!!!


 PARABÉNS A TODOS!
    
   No hemisfério norte, onde a astrologia baseou seus estudos, o verão encaminha-se para o seu final. 
   Neste momento os frutos encontram-se prontos para serem colhidos e servidos a todos os seres vivos da terra, trazendo-lhes a saciedade e as substâncias necessárias para  mantê-los vivos e saudáveis.
   Este signo é representado por uma virgem que segura ou um ramo de trigo ou uma espiga que representam o trabalho árduo, do plantio e da colheita, que se repete todos os anos. Tem a ver com o mito grego de Deméter (Ceres para os romanos), a deusa da agricultura e  Perséfone, a filha que ela teve com Júpiter. Perséfone ou Core foi raptada por Plutão (senhor do mundo subterrâneo, do mundo das trevas). Desesperada, pela perda da filha, Deméter abandonou sua posição de deusa do Olimpo e afirmou que não permitiria que a vegetação crescesse nem voltaria ao convívio dos imortais enquanto sua filha não lhe fosse entregue de volta. Como a ordem do mundo estivesse em perigo, Zeus (Júpiter) pediu a Plutão que devolvesse Perséfone. Assim chegou-se a um consenso: Daí em diante a deusa filha passaria seis meses com o marido e seis meses com a mãe. A terra cobriu-se instantaneamente de verde. 
          “Deméter é, pois, a Terra-Mãe, a matriz universal e, mais especificamente a mãe do grão. Sua filha Core é o grão mesmo de trigo, alimento e semente, que, escondida por certo tempo no seio da Terra, dela novamente brota em novos rebentos. Plutão é a projeção dessa semente, sendo, assim também um deus da riqueza agrária.” (Junito Brandão – Mitologia Grega, Vol.I).

          O virginiano em todos os momentos, em tudo o que faz, costuma agir como um bom agricultor, analisa, cataloga, separa, discrimina. Busca incessantemente a perfeição. Esmera-se para encontrar o ponto certo em cada tarefa que realiza, aquele que imagina ser o melhor e o mais harmônico. Para isso é um atento observador de tudo o que se passa ao seu redor, nada escapa à sua atenção.
     Virgem faz parte da tríade do elemento Terra (Touro, Virgem e Capricórnio); na mandala zodiacal, rege a casa 6 (trabalho, hábitos e saúde). Como um signo de terra, traz praticidade aos que nasceram sob sua égide e facilita para que sejam bem resolvidos no campo material. Virgem é regido por Mercúrio como o signo de Gêmeos, porém, um Mercúrio mais maduro, mais sério, mais exigente. 
   As pessoas nascidas com o sol neste signo, costumam ser bons trabalhadores e esperam reconhecimento disso. Quando bem resolvidos, dão importância ao  cumprimento do dever, com dedicação integral, o trabalho para eles é sagrado, é um ideal de vida. Ao invés de vê-lo como um sacrifício, vêm nele um sacro-ofício (um ofício sagrado). Eficientes,  podem ser especialistas em várias categorias profissionais, principalmente como médicos, enfermeiros e outros mais da área da saúde e também professores, escritores, matemáticos, pois são detalhistas e precisos.

  Quando pensamos o que seria um estado de disponibilidade, podemos pensar na atitude de alguém vivendo positivamente a energia virginiana. Portanto, são muito prestativos, possuem em sua natureza o princípio da boa vontade e, por isso, podem ser às vezes exigidos demais pelos que lhes são próximos e têm dificuldade de dizer um “não” quando são solicitados. Preocupam-se com a própria saúde e a dos outros. Seguem uma rotina de vida criativa que não lhes enfada nem lhes causa estresse, pois sentem prazer em todas as tarefas do dia-a-dia. Cuidam-se bem, procuram ter boa alimentação, cultivam uma boa saúde. Para eles, tudo precisa ser melhorado, aperfeiçoado. Nessa busca da perfeição, podem sentir dificuldade em aceitar os seus próprios erros e os das outras pessoas.  

   Vivida de forma negativa, a energia de Virgem pode provocar uma baixa autoestima, pois o excesso de exigência consigo mesmo e com os outros faz com que a pessoa nunca esteja satisfeita, aumentando a sua frustração diante de qualquer engano ou erro ou quando não se sente reconhecida e prestigiada. Nesses momentos, deprecia-se, fica tímida e desanimada, sente medo de ser notada. Pode tornar-se um trabalhador compulsivo, nervoso, crítico e julgador em excesso. Tem tendência à hipocondria, acaba tomando toda espécie de remédios. Pode ficar com mania de limpeza, com medo de adoecer, de pegar um víros ou, ao contrário, torna-se desleixada e tem pouca higiene. Pode sentir-se vítima e explorada pelos outros. Viver com desorganização, ociosidade, preguiça, superficialidade e falta de cuidados com a saúde. 

   Mesmo agindo de forma prática e objetiva, o bom virginiano, em sua busca da perfeição, um atributo celeste, torna-se alguém que desenvolve uma elevadíssima procura interior e espiritual. Como signo oposto ao Peixes, possui também a necessidade evolutiva do último signo do zodíaco e, ao mesmo tempo, sendo  Virgem o signo que se encontra logo abaixo da linha do Ascendente, no meio da jornada zodiacal, depois dele iniciamos uma escalada maior, mais intensa e profunda, na nossa busca pelo divino, na nossa jornada para a iluminação.

Estamos agora em época de colheita! Todas as sementes que plantamos nos últimos meses estão espalhando seus frutos em nossas vidas, aproveitemos da melhor forma possível, com alegria e gratidão!  É um momento de sermos receptivos e prestativos, de aprendermos a aceitar os outros como são sem muita crítica nem julgamentos, sem grandes exigências, momento de valorizarmos e agradecermos a Deus por cada instante e cada experiência do nosso dia-a-dia, de abrirmos nossos corações e permitirmos que nossos corpos e nossos espíritos sejam alimentados por todas as bênçãos e riquezas nascidas da nossa Mãe-Terra ou descidas dos céus. Assim estaremos cuidando da nossa saúde física e da espiritual, uma necessita da outra.

    Um momento de depuração e busca de aperfeiçoamento em todos os sentidos, de aprendermos a dar, a receber e a agradecer!

 TRABALHO - APRIMORAMENTO - EFICIÊNCIA - UTILIDADE - SAÚDE - ACEITAÇÃO - BUSCA DA PERFEIÇÃO E DE CONFIANÇA EM SI MESMO -  INTERESSE PELA ECOLOGIA

Rosa Carmen